calendarioPublicado em 27 de jul de 2016 - Por Carolina Romanini

Para um tutor, não há nada pior do que perder o seu fiel companheiro. Só de pensar nessa hipótese já dá calafrios… E procurar pelo bichinho não é uma tarefa fácil: é preciso se organizar para buscar por todo o bairro, considerar a possibilidade dele ter ido mais longe e até de um acidente.

+ Pet Hotel ou Dog Sitter: Qual a melhor opção para o seu bichinho?

+ 1o coisas que você precisa saber antes de ter um cachorro

Agora, um novo app promete ajudar os tutores nessa missão. O Polícia Popular (disponível para Android e iOS), que funciona em todo o território nacional, permite que o usuário crie vários alertas ao seu redor. Eles vão desde alertas de roubos em estabelecimentos próximos até alertas de cachorros desaparecidos.

policia-popular-divulga

O app funciona da seguinte maneira: você cria um cadastro e emite um alerta de animal perdido. Na mensagem, você pode descrever o animal, inserir uma foto e a data do desaparecimento. É importante criar o alerta no ponto do mapa em que o cachorro foi visto pela última vez, assim, os usuários ao seu redor poderão ajudar nas buscas.

+ Site permite que você brinque com animais de abrigos pela internet

+ Dicas para economizar com o seu pet em tempos de crise

Cada alerta tem um chat onde os usuários podem se comunicar e trocar informações sobre a caçada ao animal. O recomendado é que a busca tenha início logo que possível. Segundo o aplicativo, as chances são maiores de encontrar o animal nas primeiras 12 horas após seu desaparecimento. Uma das dicas é começar a procurar em locais perto de casa, mas aos poucos ir ampliando as áreas, já que alguns cachorros correm muito quando fogem. Dados do Lost Dogs Illinois revelam que, só no primeiro dia, os cães percorrem até 3 quilômetros e, conforme o tempo passa, chegam até 16 quilômetros.

De acordo com o aplicativo, lançado em maio de 2016 e com 6 000 usuários até o momento, dos dezoito alertas de animais perdidos criados até hoje, dois foram resolvidos através da plataforma.

Carolina Romanini

Apaixonada por animais, já escreveu sobre o assunto para veículos como Veja e Veja São Paulo. Tem três peludos em casa: Ernesto (um buldogue francês vida mansa), Nina (a vira-lata mais elegante e ciumenta do mundo) e Ronda (uma scottish terrier com personalidade de onça).

Comentários

  • Rosana Baú

    não estou conseguindo baixar o aplicativo. Como fazer?