Cachorro atrapalhado conquista o público durante competição

Cachorro e bebê estrelam ensaio com o tema do filme A Bela e a Fera

calendarioPublicado em 17 de mar de 2017 - Por Mariana Castro

O filme A Bela e a Fera é um clássico que não cansa de encantar seu público. Desta vez, foi a junção de duas fofuras que tornou o tema ainda mais adorável: uma criança e um cachorro. Eles foram protagonistas de um ensaio fotográfico em que a criança, de um ano e três meses, interpretava a Bela, enquanto o cachorro, uma mistura de akita com pastor alemão, fez o papel da Fera.

+ Estes pugs fantasiados de Star Wars são tudo o que você precisa ver hoje

+ As melhores fantasias de pets para o Halloween 

O ensaio foi feito em um parque na cidade de Sorocaba, em São Paulo, pela fotógrafa Vivian Rodrigues. A ideia surgiu quando, dias antes, ela fotografava a pequena Rafaella e Thor, o cachorro de um casal de amigos da família, entrou nas fotos e garantiu cliques fofíssimos. Então, eles resolveram criar uma série de fotos que fosse inspirada na obra da Disney.

“Apesar do tamanho dele, que pode assustar algumas pessoas, ele é um amor”, contou Ana Cristina de Oliveira Ferreira, mãe de Rafaella, ao G1. “Mas, tivemos que escolher um local mais calmo, que não passasse muita gente, para não desviar a atenção do Thor”.

+ Abrigo fantasia cachorros de Prince para chamar a atenção para adoção de animais

A sessão de fotos demorou cerca de duas horas. O resultado ficou tão bom que a família e a fotógrafa já planejam reunir a dupla novamente. Dessa vez, a menina usará uma capa vermelha e Thor interpretará um lobo mau. Quem consegue adivinhar qual será a história? 🙂

bela e a fera - imagem 1 - reproducao

bela e a fera - imagem 2 - reproducao

bela e a fera - imagem 4 - reproducao

bela e a fera - imagem 3 - reproducao

bela e a fera - reproducao

bela e a fera - imagem - reproducao

Fotos: Reprodução

Mariana Castro

No processo de se formar em jornalismo e convencer a mãe a ter um cachorrinho, sendo o segundo muito mais desafiador. No momento, o mais próximo que tem de algo de estimação é seu cacto, a Amélia. Enquanto isso, segue escrevendo e se apaixonando por vira-latas de terceiros.

Comentários