Cadela nasce com “selfie” na orelha e comove a internet

Idosas tricotam roupas de inverno para aquecer galinhas

calendarioPublicado em 15 de mar de 2017 - Por Mariana Castro

Em um lar para idosos em Boston, nos Estados Unidos, um grupo de mulheres tem utilizado suas habilidades com o tricô de forma inesperada – e muito útil! Juntas, as senhoras confeccionam roupas para aquecer as galinhas durante o inverno.

+ Hamster sem pelo ganha suéter para se manter aquecida

+ Galinha resgatada vive fantásticas aventuras ao lado de seu melhor amigo

A ideia surgiu quando elas ficaram sabendo que os animais criados em um espaço educacional da região estavam trocando suas penas durante o período mais frio do ano. “Sem as penas para protegê-las, as galinhas correm sérios riscos no frio”, explicou Erica Max, diretora do Wakefield State, que cria a espécie, ao The Dodo.

Em uma conversa entre Erica e as senhoras do lar de idosos, elas resolveram se oferecer para costurar suéteres para os animais. Para isso, elas procuraram instruções online e, apesar de alguns erros, o resultado tem sido incrível. “Uma das costureiras estava determinada a fazer um suéter que coubesse em nosso menor galo”, contou Erica. “Eles ficavam enormes no pequeno animal e ela trouxe diversos tamanhos até que ficasse perfeito”, completou.

+ Galinha dá volta ao mundo em viagem de barco com seu tutor

Além de estimular as aposentadas a se manterem ativas e animadas, a ideia beneficiou todos os envolvidos. As galinhas estão protegidas do frio – e até mais produtivas. “Pode ser apenas uma coincidência, mas, agora, elas estão colocando mais ovos”, relatou Erica.

galinhas tricot - imagem 2 - reproducao

galinhas tricot - imagem 3 - reproducao

galinhas tricot - imagem 4 - reproducao

galinhas tricot - reproducao

galinhas tricot - imagem 1 - reproducao

Fotos: Reprodução

Mariana Castro

No processo de se formar em jornalismo e convencer a mãe a ter um cachorrinho, sendo o segundo muito mais desafiador. No momento, o mais próximo que tem de algo de estimação é seu cacto, a Amélia. Enquanto isso, segue escrevendo e se apaixonando por vira-latas de terceiros.

Comentários