Chef organizará jantar para animais de abrigo comemorarem o Dia de Ação de Graças

Mascote de universidade ganha formatura como homenagem de despedida

calendarioPublicado em 21 de nov de 2017 - Por Mariana Castro

Nos últimos sete anos, a Universidade de Redlands, nos Estados Unidos, contou com a presença de um personagem muito especial. Ele não era aluno e nem professor. Ele era um carinhoso bulldog, que foi batizado de Thurber e se tornou o mascote do campus durante os jogos e eventos.

Recentemente, um evento promovido pela universidade foi especialmente dedicado ao pet. Sua cuidadora, Beth Doolittle, anunciou que ele havia sido diagnosticado com um câncer em estágio avançado, o que significaria que ele teria pouco tempo de vida pela frente.

+ Cachorros idosos se vestem para baile de formatura por uma razão nobre

+ Cachorro é incluído em anuário escolar por motivos muito especiais

Por causa disso, a escola decidiu organizar uma formatura especialmente para Thurber, a fim de celebrar sua vida e prestar uma homenagem a ele. O corpo docente e diversos alunos compareceram ao evento, que teve direito a decoração e ao pet caracterizado como um legítimo formando.

“Obrigada, Thurber. Você não foi apenas um mascote, mas o melhor amigo da universidade”, falou Ben Galgano, um dos formandos do ano, em um discurso. O presidente da universidade também concedeu ao animal diversos certificados de honra ao mérito, como em matemática, psicologia e teatro.

+ Sem par, rapaz decide levar gata de estimação para festa de formatura

Infelizmente, no dia seguinte da cerimônia, Thurber faleceu, o que tornou a homenagem ainda mais significativa para os alunos da escola que tanto o amaram. “Obrigada a todos que o amaram e ajudaram a celebrar a sua graduação”, escreveu Beth em um post nas redes sociais. “Eu já sinto falta dele. Thurber foi o melhor cachorro e mascote do mundo”, completou.

Fotos: Reprodução

Mariana Castro

No processo de se formar em jornalismo e convencer a mãe a ter um cachorrinho, sendo o segundo muito mais desafiador. No momento, o mais próximo que tem de algo de estimação é seu cacto, a Amélia. Enquanto isso, segue escrevendo e se apaixonando por vira-latas de terceiros.

Comentários