calendarioPublicado em 3 de ago de 2017 - Por Patricia Machado

A baixa umidade do ar também é capaz de afetar a saúde de cães e gatos. O tempo seco é responsável pelo aumento de casos de problemas respiratórios e oculares.

“Os principais sintomas são dificuldade para respirar, tosse, secreção nasal, espirros, cansaço, boca seca e desidratação, além de coceira e secreção nos olhos. Com o agravamento do quadro, eles podem desenvolver gripe – traqueobronquite canina ou rinotraqueíte felina – ou outras complicações, podendo desencadear até uma pneumonia”, afirma a veterinária Karina Mussolino, gerente técnica de clínicas da Petz.

+ Cuidados com os animais no inverno

+ Cuidados com a pele dos cães no inverno

Nos dias em que a baixa umidade do ar prevalece, os olhos dos pets podem ficar mais vermelhos, lacrimejantes e com coceira. Além disso, é comum que, ao tentarem aliviar a coceira com as patinhas, os animais aumentem os riscos de provocar lesões ou até de levar bactérias para os olhos, causando a conjuntivite.

Problemas respiratórios e conjuntivite aumentam nos dias de tempo seco. Muitos pets necessitam de inalação para amenizar os sintomas

As raças que possuem focinho curto ou achatado, como pug, shih-tzu, buldogue e pequinês, costumam sofrer ainda mais durante os dias secos porque já apresentam dificuldade para respirar e acabam tendo o problema agravado. “Muitos pets necessitam de inalações para amenizar os efeitos do ar seco. Os animais filhotes e idosos devem ter os cuidados redobrados”, orienta a veterinária.

Dicas para enfrentar o clima seco:

  • Fique atento se o pet está comendo bem e se continua ativo e brincando
  • Leve recipientes de água para os passeios. Em casa, troque a água várias vezes ao dia
  • Deixe toalhas molhadas ou bacias com água próximas aos locais de descanso. Umidificadores de ar também são recomendados
  • Diminua quantidade de exercícios e passeios, principalmente entre 10h e 16h
  • Faça hidratação com produtos específicos para animais
  • A inalação umidifica as vias aéreas e facilita a respiração. Ela deve ser feita somente com soro fisiológico para animais com problemas respiratórios durante os dias de tempo seco
  • Limpe os olhos do animal com solução fisiológica, passando o algodão delicadamente
  • Mantenha a vacinação contra a gripe em dia, assim como todas as outras
  • Fique atento a qualquer sinal de tosse, secreção nasal e ocular e dificuldade respiratória grave
  • Leve o pet para um check-up e diagnóstico precoce de alterações respiratórias

Fotos: Getty Images

Patricia Machado

Jornalista que descobriu a sua paixão por gatos graças às aventuras vividas ao lado do adorável Alfredo Afonso, um gatinho que foi resgatado das ruas e que também era conhecido por Lucky. Hoje, é tutora da pequena Sophie, uma gatinha que muitas vezes é chamada de Sofia Maria. No futuro, sonha em ter um porco e uma cadela chamada Matilda!

Comentários